Tudo sobre a temporada do CrossFit Games 2020

O Open está quase aí e a gente não podia falar sobre o CrossFit Games 2020, né? E pra conversar sobre esse assunto, chamei um cara que entende pra caramba: o Axel, dono do primeiro podcast sobre CrossFit do Brasil. 

O Axel participou ao vivo da transmissão do Brasil CrossFit Championship neste ano, a transmissão ao vivo em português do Games, que rolou em agosto, e foi a quinta mais ouvida do mundo! 

Eu fico muito feliz em poder bater um papo com essa galera que sabe tanto e fiz algumas perguntas pra ele sobre a próxima temporada do campeonato de CrossFit mais importante do mundo: 

Você está empolgado pra essa temporada do Crossfit 2020 com o Open chegando aí? 

A temporada 2020 começou agora, com as 3 semanas de International Online Qualifier que estão envolvendo 4 eventos sancionados: CrossFit Atlas Games, The Southfit CrossFit Challenge, CrossFit Filthy 150 e Wodapalooza CrossFit Festival. Após esses o qualifier, os tops do mundo têm presença garantida nesses eventos. E em outubro a gente já tem o Open, que começa dia 10. Então, daqui até lá tem muita coisa. O que é legal nessa temporada é que aumentou: a gente não tem só Open, Regionais e Games, a gente tem o ano inteiro de temporada e não sabe o que esperar. Essa é a primeira impressão positiva dessa nova temporada. 

A gente viu que tem muito sancionado agora, onde eles classificam uma mulher, um homem e um time pra ir direto pro Crossfit Games. E tem vários eventos. Além do campeão nacional que classifica em cada país, tem todos esses eventos. O que você achou e qual vai ser o primeiro evento de fato do CrossFit Games sancionado? 

Essa temporada tem 28 eventos sancionados e o primeiro deles começa logo após o Open,o Filthy 150, que acontece em novembro lá na Irlanda. Ainda não tem como a gente saber quem vai classificar porque as vagas são exclusivas para quem está fazendo o qualifier. 

A gente também viu que cada evento tá optando por um método de classificação. Por exemplo, o BCC vai classificar a galera através do Open. Então melhor classificação independente do país vai garantir vaga pra participar do BCC, ao mesmo tempos dos sancionados fazendo o qualifier mundial. Quero que você fale mais sobre isso. 

Eu vou explicar melhor como está sendo essa classificação. Por exemplo, como você vai se classificar pro BCC? Pelo open. Cada evento sancionado, desses 28, vão escolher a forma de classificação dos atletas. 11 deles já escolheram o Open, o BCC é um deles. Então você não precisa fazer outros wods, você só vai se inscrever no site de cada um, submeter seu score e vai mandar os vídeos caso seja preciso. Alguns outros eventos, como o Wodpallooza, o Southfit e Atlas, se juntaram e fizeram esse international qualifier. Temos 13 que ainda não divulgaram o que eles vão fazer. Pode ser que eles façam internet qualifier deles, pode ser que eles usem o Open. Isso vai demorar um pouco pra gente saber. Mas é bom saber que você pode classificar pelo Open em 11 eventos. 

Qual é a sua aposta para o Open que rola agora a partir do dia 10 de outubro? Qual atleta do Brasil você acha que classifica? 

Quem eu acho que o campeão nacional? Eu acho que a gente tem muitos atletas bons. Eu acho que é importante a gente pensar em quantos atletas focados para o Open nós temos. O outro campeonato mais importante que a gente tem em nosso país, sem ser o BCC, é o TCB. Quem treinou pro TCB não tá priorizando o Open. Eu acredito que os atletas que deixaram o foco pro Open devem estar mais preparados, como o Gui Malheiros, a Renata Pimentel, o Eder (marido da Renata), a Lari, o Pablo. O próprio Anderon que foi em time neste ano pra se poupar. Então eu acho que vai ser uma coisa muito disputada. E eu mal posso esperar! 

Veja o vídeo desse bate papo:

Share! Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrPin on PinterestEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *